“VIDA LONGA AS BORBOLETAS”


O dia 25 de Novembro foi declarado Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres no primeiro encontro Feminista da América Latina e Caribe organizado em Bogotá, Colômbia, de 18 a 21 de julho de 1981.
Neste encontro, houve uma denúncia a propósito da violência sistemática de gênero, desde os castigos domésticos, às violações e torturas sexuais, o estupro, o assédio sexual, a violência exercida pelo governo, incluindo tortura e abuso de mulheres prisioneiras.
A data foi escolhida em memória e homenagem as irmãs Mirabal (Minerva, Pátria, e Maria Teresa), que foram brutalmente assassinadas em 25 de novembro de 1961.Conhecidas como “Las Mariposas” (em português As Borboletas-codinome utilizado nas atividades clandestinas),lutavam por soluções para os graves problemas sociais e pela liberdade política na República Dominicana, que vivia uma das mais violentas ditaduras da América Latina ( 1930 a 1961).
Foram perseguidas e presas várias vezes,sem cessar a luta em oposição a Rafael Trujillo, ditador sanguinário.Na ultima vez em que estiveram presas,houve grande comoção popular que levou Trujillo a libertá-las,para em seguida assassiná-las forjando um acidente de carro. Seus corpos foram encontrados no fundo de um vale, estranguladas e com os ossos quebrados.O assassinato das “Las Mariposas “ repercutiu em todo país,intensificando as mobilizações contra o regime e pouco tempo depois em 30 de maio de 1961, Trujillo é assassinado e com ele cai a ditadura.
Em 1999, as Nações Unidas reconheceram oficialmente o 25 de Novembro como o Dia Internacional da Não-Violência contra as Mulheres.
Fica a dica de assistir ao belo filme “No tempo das Borboletas”, de Mariano Barroso.
25 de Novembro: data presente nos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher.
#16diasdeativismo
#pelofimdaviolenciacontramulher
#niunaamenos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *