Entre os dias 03 e 06 de agosto, o Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro junto a União da Juventude Comunista , estarão presentes no Festival Pela Vida das Mulheres e na audiência pública no Superior Tribunal Federal para discutir a questão do aborto.
A criminalização do aborto é mais uma forma de controle sobre os corpos e a vida das mulheres trabalhadoras, principalmente sobre as mulheres negras e pobres das periferias urbanas.
Descriminalizar o aborto é uma é uma questão de saúde pública, trata-se de garantir o direito a vida e a saúde das mulheres. Ela precisa estar aliada à luta contínua contra essa sociedade capitalista, patriarcal e machista, contra o desemprego, por condições dignas de vida, de trabalho e pelo acesso universal à educação.

Educação sexual para prevenir, contraceptivo para não engravidar e aborto legal e seguro para não morrer!
É pela vida das mulheres!
Nem uma mulher morta por aborto inseguro!
Contra os ataques aos nossos direitos e à nossas vidas, no Brasil e em todo o mundo!
Todo apoio e solidariedade as hermanas argentinas e todas as lutadoras que ousam transformar essa sociedade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *