Via Coletivo Feminista Ana Montenegro – Sergipe

Nos dias  9 e 10 de fevereiro, militantes do Coletivo Ana Montenegro estiveram reunidas numa atividade de formação e organização em Sergipe.

A atividade teve três momentos: no primeiro, sábado de manhã, discutimos questões relativas à atual conjuntura – tais como os retrocessos na reforma psiquiátrica, a reforma da previdência, políticas públicas para mulheres – e como ela interfere na vida das mulheres. No turno da tarde, enfocamos nossas discussões sobre o que é ser mulher na nossa sociedade, debatemos sobre a relevância do feminismo classista e a necessidade de organização das mulheres frente aos retrocessos nas nossas conquistas históricas. Finalizamos o turno com a leitura de texto de Clara Zetkin analisando o fascismo e suas características. Por fim, dedicamos o domingo para planejamento de ações futuras e discussão sobre os princípios organizativos do nosso coletivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *