O Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro Minas Gerais, manifesta todo seu apoio a candidatura de @renatareginadoula e @tuaniguimaraespcb ao governo de Minas Gerais, a todas as candidaturas a deputadas(os) federais e estaduais do @pcbminasgerais e a candidata a presidência @sofiamanzanopcb e seu vice Antônio Alves.

Cada vez mais a fome, a violência, o desemprego, a precarização do trabalho e a falta de moradia pioram as condições de vida das trabalhadoras(es) do Brasil. Em Minas Gerais, o projeto do atual governador Romeu Zema, do partido NOVO, é estrangular tudo aquilo que é público, propiciando assim a transferência de recursos e a criação e/ou a ampliação de diferentes mercados para o setor privado. Além de entregar as nossas terras para as mineradoras, destruir e provocar crimes ambientais que matam a natureza e as pessoas que moram nessas regiões.

A candidatura de Renata Regina vem para impulsionar o diálogo com o conjunto da classe trabalhadora, apontando que uma outra sociedade é possível, com a construção do Poder Popular e transformação radical das estruturas do estado.

Renata Regina  tem mais de 20 anos de atuação política, é  mãe, fotógrafa, doula, atua pelos direitos das mulheres e crianças e pela humanização do parto e nascimento. Tem longa trajetória nas lutas da juventude, do movimento feminista e dos movimentos populares. Integra a Coordenação Nacional do Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro (CFCAM), participa da organização do 8 de março unificado RMBH e do Comitê de Solidariedade Maria do Carmo Souza Dantas. Foi diretora de mulheres da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), presidenta da União Colegial de Minas Gerais (UCMG) e integrou a Coordenação Nacional da União da Juventude Comunista (UJC). É uma referência na luta das mulheres e para toda classe trabalhadora mineira, sempre atuando em defesa do povo trabalhador na perspectiva da construção do poder popular. 

Tuani Guimarães, professora da rede estadual, sindicalista e uma das lideranças do Comitê Popular dos Atingidos pela Mineração em Itabira e Região. Tuani desempenha um papel importante na luta em defesa da educação pública, laica e de qualidade e contra a mineração predatória que vem destruindo a natureza e vidas por Minas Gerais. 

É necessário combater a política neoliberal e conservadora de Romeu Zema e não dar espaço para políticas conciliatórias que abrem campo para aumento das desigualdades sociais. Nosso compromisso é com quem produz toda a riqueza em nosso estado, é com a maioria do povo mineiro!

Fazemos um chamado a todas as trabalhadoras e trabalhadores, a somarem nessa luta, nas ruas e nas urnas, na perspectiva de construção de uma nova sociedade para nossa e para as demais gerações futuras.

Pelo Poder Popular, vote em mulheres trabalhadoras, vote 21!

Pelo fim da violência contra as mulheres!

Pela redução dos preços dos alimentos e do gás de cozinha!

Por mais concursos públicos!

Em defesa do SUS!

Pela legalização do aborto, 100% legal público e gratuito!

Pelo fim da violência obstétrica e pela humanização do parto e nascimento!

Por uma educação popular!

Pelas 30 horas de jornada de trabalho sem redução de salário!

Pelo fim ao genocídio ao povo negro, das periferias!

Em defesa dos atingidos pela mineração e pelo fim da mineração predatória!

#RenataRegina21

Deixe um comentário